FOTO POEMA

FOTO POEMA

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

de: Cassiano Leonel

REFLEXÃO

Aquela dor no estômago
que nunca cessa,
pode ser a ausência que
você não esquece.
Aquele nódulo estranho,
pode ser o luto não solucionado.
O amargo na boca,
um amor mal resolvido,
o nervosismo,
um amor mal-vivido.

Sempre é tempo para dar
um basta na solidão,
de libertar-se das correntes
da ingratidão e de
usar a força mágica
do perdão.

Para seguir viagem,
para ser mais saudável,
libere as suas emoções.

Compartilhe mais,
guarde menos,
seja breve com as emoções
que a afligem,
mas eterna com o amor que
tudo perdoa, liberta e faz crescer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães