FOTO POEMA

FOTO POEMA

quinta-feira, 31 de março de 2011

Bebericando.

Na vida, muitas vezes,
precisamos de uma ou outra bengala.
Me conta sua rica história
que se quiser eu conto a minha.
Registros, memórias...
Pra encerrar, que tal um copo de vinho?
Enfim...
A vida é como o vinho mais raro,
é como o vinho mais caro.
Com o passar dos anos,
tanto tempo na barrica, todo dia,
vai ficando melhor, mais forte,
porém, muito, muito mais alcóolica.


Ci Maneski

Cartão Poético

Cartão Poético

Desconhecemos a autoria.


"Por mais que eu queira acertar,ainda preciso errar!
Ter a certeza de que o mundo se move enlouquecidamente,
e que eu posso acompanhá-lo sem a necessidade de mudá-lo.
Por mais que derrubem sem piedade meus sonhos,preciso
acreditar sempre no amanhã bonito que ainda construirei!
Por mais que eu queira fugir ou chorar,preciso abrir portas,
janelas e o sorriso de minha alma e de meu coração.
Quero acreditar no SIM por mais que me digam NÃO!
Não que eu precise brincar com a vida,mas que eu
me divirta muito ao vivê-la!
Não quero parar por mais que me impeçam.
Quero continuar assim...me permitindo tudo fazer e acontecer...
Só assim terei a certeza de que jamais,de coisa alguma
que fiz ou não,irei me arrepender...".

quinta-feira, 24 de março de 2011

Cartão Poético

Fotopoema

Propaganda. Por quê não?

www.camisetademenina.blogspot.com

Cartão Poético

Fotopoema

Irineu Volpato - Amigo de londa data.

Outono

É outono.
As árvores já estão com sono.
A lua cheia já se estende pelo mar.
A lua e o mar.
Belo par.
Minha emoção,
a devanear.

Cecília Fidelli.

Fotopoema

Fotopoema

Fotopoema

terça-feira, 22 de março de 2011

Presente: Para Cecília Reviragita Fidelli.

Cecília Fidelli, a Doida da Luz...

Dizem por aí,
que Deus ama os loucos...

Talvez porque os loucos,
Sejam filhos da loucura:
do Amor,
Da amizade,
da lealdade,
da Sinceridade,
da felicidade...

Loucos não tem angústias,
Não sofrem por antecipação,
Loucos são apenas almas,
Que no lugar do cérebro,
Mostram o coração...

Você, Cecília,
É legitimamente,
Uma doida muito querida...

Que fala dos males da vida,
Que poetisa a dor social mais sentida,
Que retrata alegrias perdidas,
Uma doida destemida...

Faz a gente entrar na loucura,
Faz a gente buscar a cura,
Entre linhas e desabafos,
Se entrega aos próprios afagos...

Cecília, a doida pela vida,
Que desperta das feridas,
Se cura nas próprias cicatrizes,
Entre flores, poemas, matizes...

Doida Cecília Fidelli.
Que a sua loucura se eternize,
Para quem dela precise,
Porque loucos, como você,
que derramam amor pelos seus,
Só podem ter a luz de Deus...

Fotopoema

Divulgando

Cartão Poético

De: Tiago Silva

Cartão Poético

Divulgando

segunda-feira, 21 de março de 2011

Divulgação de Antologia.

Ola peço licença a vocês para lhes apresentar uma antologia diferenciada
Estou fazendo um livro onde vc cria sua arte em letras, seja um
pensamento, um desabafo, Uma declaração de amor ,enfim QUERO QUE SEJAM AS
PALAVRAS DO SEU CORAÇÃO,sem se preocupar com rimas, e sobre suas letras
será criado uma arte digital com sua foto incluída Valor da adesão
100.00 lhe dando5 livros Quem quiser conhecer mais detalhes me escreva
adaljizacuan@hotmail.com

Divulgando

Atenção!

Em cinco miutos,
eu quero uma poesia.
Você está procurando briga?
Eu acho que não.
Então, vamos!
Se tem alguém que pode me ajudar,
esse alguém é você.
Você que sabe falar bonito...
Vou ficar aqui esperando.
Ou vai se meter em apuros.
O que está esperando?
Acione a inspiração.
Fale do sol, das colinas.
Prove que somos,
e que sempre seremos
um relógio parado,
do mundo real
ao espaço infinito

Cecília Fidelli.
- Reviragita Poesia -

domingo, 20 de março de 2011

Anestesiados.

Anestesiados.

Alcoòlicamente sóbrios,
mas entorpecidos pela poesia.
Camaradagem da vida,
que de certa forma nos imuniza,
das gangsterias do mundo,
seguimos em nossas fantasias,
sonhando com o novo dia.
Com novas noites de
acrobacias de palavras
no picadeiro das ilusões.
Somos artistas,
somos palhaços risonhos
sem sombras, sem medos.
Mergulhamos fundo
na lua, nas estrelas,
nos banhamos
nas chuvinhas do outono.
Estação primeira do aconchego,
que antecede o inverno,
onde vinhos quentes
entendem a satisfação
de nossos valores.
Longe dos olhos,
além de temas...
Cortezia da noite.

Cecília Fidelli

Data Comemorativa.

Poema vencedor - Café com verso - Poema da Semana

Divulgando ...

sexta-feira, 18 de março de 2011

Cartão Poético

C O N C U R S O

ॐRodrigo Poet@: V CONCURSO POESIARTE
EDITAL NO BLOG:
http://concursopoesiarte.blogspot.com/
VEJA A PREMIAÇÃO DE 2011:
9.1. O primeiro colocado receberá um certificado de participação, o livro “ZUMBI: GUERREIRO, REI E MÁRTIR DOS PALMARES” do acadêmico Jailson Santos da Academia de Letras do Brasil da Bahia ,uma tela da artista plástica Nice Ventura e uma caricatura do Mestre Zel Humor.
9.2. O segundo colocado receberá um certificado de participação, o livro “ZUMBI: GUERREIRO, REI E MÁRTIR DOS PALMARES” do acadêmico Jailson Santos da Academia de Letras do Brasil da Bahia e uma tela do artista plástico Carlos Ribeiro.
9.3. O terceiro colocado receberá um certificado de participação, o livro “ZUMBI: GUERREIRO, REI E MÁRTIR DOS PALMARES” do acadêmico Jailson Santos da Academia de Letras do Brasil da Bahia e uma tela da artista plástica Janete Faria.
Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães