FOTO POEMA

FOTO POEMA

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Vulneráveis

Como eu gostaria de dar respostas,
aos sofrimentos da alma alheia.
Alguém já bem disse uma dia,
que a dor é inevitável,
mas que o sofrimento, é opcional.
Que só passa por desilusoes,
aquele que se deixa iludir.
E na madrugada que parece infinita,
busco respostas, que na verdade,
dou a mim mesma,
tentando amputar
meus próprios sofrimentos.
Quando a dor envolve o ângulo do coração,
compactamos silêncios.
Dormir bem todas as noites,
admirar todas as manhãs,
são os elementos nos quais
deveríamos nos focar.
Estratégias.
Pratique antes de dormir.
Pratique ao despertar.
O que me chama mais a atenção
no homem, é o fato dele se expressar,
de acordo com o que pensa o outro.
Só lamento.
Pecou?
Pecamos.
Como diz o dito popular...
Vivendo e aprendendo.

Cecília Fidelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães