FOTO POEMA

FOTO POEMA

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Lamentos meus


Abortar da memória
Os verdes
que violentaram os muros
A nação que sonhei
Agora
da janela em memorias a fora..
Como abortar
tantos ideias os quais,
morta, sigo a lembrar ...
Num mutirão a remoer
Como tufão de vento em meus vendavais
Onde estariam os companheiros de antes?
Para onde caminham ou marcham?
Em quais direções atordoados
.. e sem memória caminha meu país?
Sem documentos ... como provar?
Se falar carecia metáforas ...
A poesia musicada ..
censurada
serve .. agora para romances comuns...
O verde que violentou nossos muros
Fazem pouco caso
dos recados em neon
nos murais ... vermelhos
As marcas deixadas
dos lutos nas famílias...
Sem direção
sem ação .
Mutilada ...
da varanda, observo a insensatez
Morre-se hoje por nada ...
Com tanta causa a ganhar
Segue o povo sem entender ...
Mesmo sem cabrestos
o gado não sabe ...
Se quer consegue compreender ...
o quanto se pode
mudar a trajetória
e o final dessa história ..
Nem que seja amanhã ...
Aos filhos da Pátria amada ....
têm netos e sua descendência...
Poderá ser digna
vamos sair da janela
Vamos cobrar do Estado
num estado desesperador.

Sulla Fagundes.


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

domingo, 28 de agosto de 2011

Aquário da Paixão.



Quero ser teu agasalho
No inverno te esquentando
Quero ser o seu aquário
Você, um peixe me amando
*
Quero ser tua emoção
Tua metade, tua vida
Seremos um só coração
Sem valsa de despedida
*
Uma só alma, uma só respiração
Menino, peixe encantado
Vou te cobrir de amor
No aquário da paixão

Jane Rossi


Rallye

O farol do amor não se abre
para um coração cerrado.
Fica interditado.
No tráfego do amor,
ambos
tem que estar no mesmo sentido.
Acidentes acontecem.
E acontecem tão rápido.
Nem sempre é possível
implantar uma passarela.
Na engenharia do amor,
o que conta
é a alta velocidade!

Cecilia Fidelli


sábado, 27 de agosto de 2011

Até parecem virtuais.

Constelações
sejam bem-vindas,
que essas estrelas do céu,
tô pegando.
Os brilhos dos seus olhos,
Tô roubando.
Coisas de uma sonhadora.
Tô delirando.
Parecem tão frágeis,
distantes...
Mas estão bem atentas
aos meus passos,
a esses sonhos...
Só vocês me fazem voar
muito mais alto!
Livres, ágeis,
e o meu papel é observar
a delicadeza
e acreditar
que as fases da lua são gestos,
dos quais ninguém deve se esquivar.
E pra terminar,
convido vocês pro jantar.

Cecília Fidelli.


Encanto de verdade.

Corações amigos,
nesse mundo tão difícil,
só renovam o espírito.
Amizade é coisa séria.
Nas horas loucas
ou nos chiliques.
Só quem tem amigos,
sabe bem disso.

Cecília Fidelli.


sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Tiro certo.


Limoeiro orvalhado,
laranjeira cheia de pássaros.
Tem quem ache esse mundo
muito pesado,
e tenta carregá-lo nas costas.
Rochas.
Cuidado.
As borboletas têm ouvidos
e ficam tristes com isso.
Desse jeito,
as rosas não se abrem.
Deprê não nos leva
a lugar nenhum.
Somos sim,
tão pequenos...
Por isso podemos
entrar em qualquer lugar.
Até na fonte do sorriso.
Faça isso agora.
Faça isso cada vez mais cedo.
Se não o céu fica cinza
e as cores do arco-íris sofrem.
Arrancar os espinhos dói?
Mas, pense bem,
tem sempre alguém dando colo.

Cecília Fidelli.



quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Saudações Poéticas.

╔════ೋღ♥ღೋ════╗
♥◊ ♥♥◊♥ SEJA ♥◊♥♥◊ ♥
♥ ♥◊♥ BEM VINDO ♥ ♥◊♥
AO BLOG
PAVÊ POESIA !!!
Seus comentários
são um incentivo!!!
Paz e Poesia,
sempre
em nossas vidas.
╚════ೋღ♥ღೋ════╝

domingo, 21 de agosto de 2011

Especial !

Sou mestre
na arte de falar em silêncio.
Toda a minha vida falei calando-me
e vivi em mim mesmo
tragédias inteiras
sem pronunciar uma palavra.

Fiódor Mikhailovich Dostoiévski.
(1821 - 1881)


sábado, 20 de agosto de 2011

mariopirata.blogspot.com

Visitem - Excelente o blog do poetamigo Mário Pirata- Visual e conteúdo.

Pave News Pave News

O diretor Quentin Tarantino esta de volta com um novo trabalho um faroeste a italiana entitulado Django Unchained deve contar com um elenco de peso entre alguns nomes destaque para Leonardo Di Caprio, Jammie Foxx e Samuel L. Jackson. O filme deve estreiar nas bilheterias americanas no natal de 2012. A capa do roteiro ja esta no site oficial do diretor(infelizmente não consegui salvar no blog). Estamos ansiosos para assistir mais esse trabalho desse grande artista.

O Sapo

—Que rotina!
– Exclamou o sapo jardineiro,
cansado de um dia inteiro adubando,
podando, regando.
—Todo dia a mesma coisa! – choramingou
– Vou embora, fazer algo diferente.
Daqui para frente, chega de jardim!
Quero ser um sapo importante.

Num instante ele se foi,
deixando flores coloridas: dálias, rosas,
crisântemos, margaridas..
Todos que por ali passavam
comentavam:
— Que jardim encantador!
Que belas flores!
E assim o jardim
embelezava os olhos de quem passava.
—Pena que esteja abandonado!
– comentou o menino.
– Quem será que dele cuidava? – indagou.
—Não sei! – respondeu a menina.
– Mas deve ter sido alguém muito importante!

- Desconhecemos a autoria.


sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Paveneando

Paveneando jogando minhas ideias no ar

Poetizando na rede deixando a vida me levar...

Paveneando
Deixando as energias fluirem como um rio sem parar de correr pois a ideia e nunca deixar a ideia morrer.

Thiago guimaraes.

Internet no celularInternet no celular

Novidade no ar...
A internet no celular...
Para que nossos poemas possamos postar...

E a cada dia que passa
Vamos nos renovar
E cada vez mais...

Sera que o amor
Nesse novo contexto
Ainda vai existir

Sera que vai durar
Só o tempo dirá.

Thiago Guimarães
Diretamente da sua tecnologia móvel.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Design

Arquitetura antiga.
Coração em obras,
em reformas.
Novo planejamento.
Show room de sentimentos
em detalhes.
Projetos...
Reelaborando
minha maquete.

Cecília Fidelli


No nosso caso...

Passos flutuantes.
Sem medo de nada,
mas sem coragem pra nada.
Sonhos coloridos no caminho,
persistindo em loucuras.
Assim a gente se move,
em versos que cumprem
o que prometem.
É de arrepiar !
Mecanismo que por sí só
afeta o afeto.
Amamos,
inconscientemente.
Mas, a qualquer custo.
Olho na vida.
Tudo pode acontecer
com ternura.
Tudo pode morrer
sem a gente perceber.
Estamos juntos.
Ficamos assim:
- Eu fico pensando em você
e você,
fica pensando em mim.

Rápido!!!

Cecília Fidelli


segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Vazio consciente.

Uma lágrima
toca o rosto
e se desprende do coração
sem dar a menor satisfação.
Quando dou por mim...
índices baixíssimos de inspirações.
Que falta de ar !
Aliar poesia com emoção,
não é um jogo.
É um passar mal excessivo,
que pode atingir níveis críticos.
Névoas secas na solidão.

Cecília Fidelli.


Divulgação


Zacarias Martins - Somos seus fãs !!!


domingo, 14 de agosto de 2011

Pai


Papai era um simples operário.
Um homem do povo, cidadão comum.
Tinha tantos sonhos, como qualquer um
Mas pouco expunha seu imaginário.

Em sua busca por trabalho vário,
Nunca recusava serviço nenhum.
Fazia de apenas suor o seu salário,
Mas nada faltou-nos em momento algum.

E quando à noitinha, mesmo extenuado,
Ele me acolhia ali bem do seu lado,
E contava uns casos de assombração.

Depois me envolvia em doces carinhos
E eu sentia até leves arranhõezinhos,
...Tantos eram os calos que lhe tinham as mãos...

Jenário de Fátima.


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Um presente



Um homem, atrás de um balcão
olhava a rua distraidamente.
Uma garotinha se aproximou da loja
e amassou o narizinho
contra o vidro da vitrine.
Os olhos da cor do céu,
brilharam
quando ela viu um determinado objeto.
Entrou na loja e pediu para ver o colar
de turquesa azul
e disse ao dono da loja:
- É para minha irmã.
Pode fazer um pacote bem bonito?
O dono da loja olhou
desconfiado para a garotinha
e lhe perguntou:
- Quanto de dinheiro você tem?
Sem hesitar, ela tirou do bolso da saia
um lenço todo amarradinho
e tratou de ir desfazendo os nós.
Colocou-o sobre o balcão e feliz, disse:
- Isso dá?
Eram apenas algumas moedas
que ela exibia orgulhosa.
-Sabe, quero dar este presente
para minha irmã mais velha.
Desde que morreu nossa mãe,
ela cuida da gente
e não tem tempo para ela.
É aniversário dela e tenho certeza
que ficará feliz com o colar
que é da cor de seus olhos.
O homem foi para o interior da loja,
colocou o colar em um estojo,
embrulhou com um vistoso
papel de presente
e fez um laço bem caprichado.
- Tome!, disse para a garota.
Leve com cuidado.
Ela saiu feliz saltitando rua abaixo.
Ainda não acabara o dia quando uma linda
jovem de cabelos loiros
e maravilhosos olhos azuis entrou na loja.
Colocou sobre o balcão
o já conhecido embrulho desfeito e indagou:
- Este colar foi comprado aqui?
- Sim senhora.
- E quanto custou?
-Ah!, falou o dono da loja,
o preço de qualquer produto da minha loja
é sempre um assunto confidencial
entre o vendedor e o cliente.
A moça continuou:
- Mas minha irmã
tinha somente algumas moedas!
O colar é verdadeiro, não é?
Ela não teria dinheiro para pagá-lo!
O homem tomou o estojo de suas mãos,
refez o embrulho com extremo carinho,
colocou a fita com o laço e
o devolveu à jovem.
- Ela pagou o preço mais alto
que qualquer pessoa possa pagar.
Ela deu tudo o que tinha.
O silêncio encheu a pequena loja
e duas lágrimas rolaram
pela face emocionada da jovem,
enquanto suas mãos
tomavam o pequeno embrulho.
Moral da história?
Doar-se é dar-se por inteiro,
sem restrições.
Gratidão, não tem limites

para gestos de ternura.
... Dar, sem esperar nada em troca !
Amor, aquece quem recebe
e reconforta quem oferece.

- Desconheço a autoria.

12 de Agosto - Dia Nacional das Artes.

OPORTUNIDADE – O público poderá ouvir a contação no dia 12, em dois períodos: manhã, às 10 horas; e tarde, às 15 horas, na Rua Cunha Moreira, 71, no Centro
Biblioteca Municipal recebe o programa Viagem Literária
 

Por Secretaria de Governo / Departamento de Comunicação Social

comunicacao@itanhaem.sp.gov.br
Imprimir   Imprimir


 
O escritor Roberto Rocha Pombo, que contará histórias de sua autoria
e de outros autores
 
O Programa Viagem Literária está de volta no mês de agosto com o módulo Contação de Histórias. E nesta edição, a Biblioteca Municipal Poeta Paulo Bomfim receberá no dia 12, o escritor Roberto Rocha Pombo, que contará histórias de sua autoria e de outros autores. O público poderá ouvir a contação em dois períodos: manhã, às 10 horas; e tarde, às 15 horas, na Rua Cunha Moreira, 71, no Centro.
O Viagem Literária, que tem como sede as bibliotecas públicas, visa estimular o prazer da leitura e despertar nos novos leitores um olhar mais literário. O programa é considerado um importante condutor de conhecimento, já que permite a aproximação direta do escritor com o leitor. Toda a programação é gratuita e aberta ao público de todas as idades.
Nesse encontro, o autor fará da imaginação seu grande trunfo na hora de contar histórias. E durante toda a apresentação, o clima de magia e entretenimento será garantido por sua atuação ao contracenar com bonecos-marionetes manipulados por ele.
Na oportunidade, o público será presenteado com duas sessões de Contação de Histórias de Roberto Rocha Pombo, intitulada “O Livro Mágico”. Criada para fomentar o gosto pela leitura e o exercício da imaginação, utilizando um livro gigante, o autor contará histórias de sua autoria e de outros autores. 
Para a bibliotecária Maraléia Menezes, o público irá se divertir durante a apresentação. “As histórias se destacam pelo seu aspecto lúdico, além da diversão, a contação de histórias desperta o gosto pela leitura e estimula a imaginação através da construção de imagens interiores”.
O cronograma se estende de junho a novembro e é divido em módulos, como: Bate-papo com o Escritor – Literatura para Todos, Contação de Histórias, Bate-papo com o Escritor – Literatura Infanto-juvenil, Bate-papo com o Escritor – Leituras Escolhidas e Oficina de Criação Literária. 
SOBRE O ARTISTA – Roberto Rocha Pombo tem um extenso currículo construído a partir de suas inúmeras facetas: artista plástico, escritor, roteirista, ator, poeta, cenógrafo, bonequeiro, vitrinista e educador, além de pesquisador na área das terapias alternativas. 
Natural de São Paulo, deixou a capital para viver e produzir sua arte na cidade de São Bento do Sapucaí. Desde a infância construía miniaturas, e hoje se tornou especialista na construção de réplicas minúsculas. 
Como ator, dedicou-se a diversos espetáculos de teatro, fez contação de histórias no SESC/SP, enquanto na televisão construiu e deu voz à árvore da novela “Meu pé de laranja lima” (TV Bandeirantes), marcante sucesso na época, tendo ainda trabalhado como criador de efeitos especiais (SBT), além de realizar um trabalho de miniaturização para o apresentador Faustão (Rede Globo).
VIAGEM LITERÁRIA – O Programa da Secretaria de Estado da Cultura, criado em 2008, promove uma verdadeira turnê de escritores renomados e jovens talentos pelo Estado, levando mais de 350 atividades a bibliotecas de todo o Estado.

Ai sím, heim !

II Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas


.


Zineiros, faneditores e editores alternativos: é com grande prazer que a Ugra Press lança a convocatória para o II Anuário de Fanzines, Zines e Publicações Alternativas. A meta, a exemplo da primeira edição, é mapear, catalogar, divulgar e estabelecer um espaço crítico para a imprensa alternativa. A novidade é que dessa vez estamos convocando editores de toda a América do Sul, o que certamente fará do próximo Anuário uma grande referência para todos aqueles que pretendem divulgar seus trabalhos, fazer contatos e conhecer a fundo a fanedição sul-americana.
.
QUEM PODE PARTICIPAR?
O Anuário pretende cobrir a produção de fanzines, zines e publicações alternativas impressas em toda sua abrangência: quadrinhos, música, cinema, literatura, arte urbana, espiritualidade, perzines, artzines, queerzines… vale tudo! Não existem restrições temáticas, mas boletins partidários ou religiosos (como órgãos informativos de igrejas, por exemplo) serão desconsiderados. Publicações experimentais e autorais, como sempre, são mais do que bem vindas.
.
COMO PARTICIPAR?
1 – Envie sua(s) publicação(ções) para o seguinte endereço:
c/o Douglas Junior Utescher Alves
Caixa Postal 777
São Paulo / SP
CEP: 01031-970
2 – Não esqueça de enviar também um e-mail para contato! Será imprescindível para confirmar sua presença no Anuário.
3 – Assim que recebermos o material, enviaremos por e-mail uma ficha de inclusão que o editor deverá preencher e devolver (também por e-mail). Essa ficha conterá as informações necessárias para a correta catalogação da sua publicação. Sem o preenchimento da ficha, a publicação NÃO entrará no Anuário.
.
Mas não é só isso!
Na edição anterior, além das resenhas dos zines, publicamos matérias sobre as Fanzinotecas brasileiras e sobre os fanzines como instrumento pedagógico. Para o próximo Anuário, gostaríamos de abordar o fanzine como objeto de estudo. Portanto, você, estudante que fez ou está fazendo monografia, dissertação, artigo ou documentário sobre o tema, entre em contato e conte-nos mais sobre sua pesquisa!
.
DEADLINE
As publicações devem ser enviadas até 10 de dezembro de 2011. Material enviado após essa data ficará arquivado para o Anuário seguinte. Portanto, não deixe para a última hora!
A publicação do anuário está prevista para março de 2012.
.
CONTAMOS COM SUA COLABORAÇÃO!

Ajude a espalhar esta convocatória divulgando-a em seu blog, site, fotolog, coluna em jornal, programa de rádio, etc...
.
PERGUNTAS FREQUENTES

Participei do anuário do ano passado. Posso participar deste também?
Pode e deve! Caso tenham sido lançadas novas edições da sua publicação neste meio tempo, não deixe de enviá-las.
Eu edito várias publicações diferentes. Posso mandar todas?
Sim. Todos os títulos recebidos serão resenhados.
Minha publicação está na vigésima edição. Posso mandar todas?
Sim, mas por questões práticas só serão resenhadas as 3 edições mais recentes.
Ao invés de mandar uma cópia física da minha publicação, posso enviar um arquivo PDF?
Não. Um dos aspectos que nos interessam é justamente compreender como são impressas as publicações alternativas atuais.
Minha publicação circula apenas em versão virtual (um arquivo PDF, por exemplo). Posso enviá-la?
Não. O foco do Anuário são as publicações impressas.
Se eu enviar minha publicação, eu receberei um Anuário em troca?
Infelizmente, isso não é possível. O Anuário é volumoso e de produção relativamente cara para nós. Arcar com os custos de impressão e envio para todos que participarem está muito além das nossas possibilidades. O que fizemos na primeira edição e continuaremos fazendo na segunda é determinar um preço especial para os participantes. Haverá também a versão digital do Anuário no formato PDF, distribuída gratuitamente.
.

O QUE DISSERAM SOBRE O I ANUÁRIO:
 “(…) um dos mais completos levantamentos já feitos no país sobre essas versões impressas da estética do faça você mesmo”
Carlos Albuquerque – Jornal O Globo
“Muito caprichado, com humor, informação e promovendo discussão: o Anuário é obrigatório para quem lê e quem faz fanzines.”
Marcelo Viegas – blog Zinismo, revista 100% Skate
“Um ponto extra para o Anuário foi a capacidade de levar o discurso a respeito dos Fanzines além do banal e da nostalgia.”
Flávio Grão – blog Zinismo, zine Manufatura
“Não bastasse todo o trabalho de leitura e catalogação, Douglas e Leandro analisam cada publicação de forma perspicaz e prazerosa, traçando um verdadeiro diagnóstico da riqueza editorial independente do país.”
Henrique Magalhães – Editora Marca de Fantasia
“(…) as obras não foram apenas catalogadas, mas resenhadas de forma atenta e objetiva, em análises concisas que fogem do superficialismo. É nítida a dedicação com que os editores encararam a empreitada.”
Wagner Nyhyw – Anormal Zine, blog Partes Fora do Todo

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Inesquecível Adeus.

Numa tarde fria
foste embora,
deixando a profunda
dor do adeus.
Meu coração sangra.
Vou chorar,
por muitos e muitos dias
ao recordar,
nossos momentos.
Mas você precisou partir.
Foi o adeus mais sofrido.
Adeus que por mim,
nunca será esquecido.

Bethe Dias

terça-feira, 2 de agosto de 2011

12 de Agosto - Dia Nacional das Artes.

12 de Agosto

Expressão de um povo. Tradução do pensamento de uma época. Exteriorização dos anseios humanos. A arte, por sua função pura e simples, tem seu quê de poesia e divagação.
Uma forma criativa e peculiar que o homem desenvolveu para se fazer entender, utilizando a beleza dos eufemismos e da subjetividade.
O teatro, a literatura, as artes plásticas, o cinema. Cada qual com sua importância, cada qual com suas idiossincrasias. A partir de meados da década de 90, o Brasil vem conhecendo uma extraordinária retomada de suas atividades culturais. O cinema foi a primeira área a beneficiar-se disso.
O sucesso com que foram recebidos pelo público filmes como O Quatrilho, O Que é Isso Companheiro? e Central do Brasil indica que o cinema brasileiro poderá reconquistar, a curto prazo, o lugar de destaque que havia alcançado no panorama cultural, no início dos anos 60.
É um sinal de que a indústria cinematográfica tem futuro no país.
Mas o cinema não é o único. A retomada cultural no Brasil pode ser percebida também na música, na literatura e, mais importante ainda, em um extraordinário fenômeno de mídia, que reflete o interesse dos brasileiros pela produção cultural do País.
Certamente, a revalorização das atividades dos museus e das artes plásticas - com exposições de pintura e escultura de artistas como Rodin, Miró, Monet e Maillol, sem esquecer a própria Bienal de Artes de São Paulo - são reflexos desse interesse.
O Brasil é um país de cultura extremamente rica e diversificada. A origem dessa característica está no peculiar processo de formação da sociedade brasileira, que, desde o seu nascimento, recolheu a generosa contribuição de povos e etnias tão diferentes quanto os índios autóctones, os portugueses descobridores, os africanos feitos escravos e, depois, franceses, espanhóis, holandeses, italianos, japoneses, árabes e tantos outros.
Essas experiências diversas refletiram-se na arte produzida por aqui: criativa e fascinante. Parabéns a todos os artistas do país!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Cartão Poético: Elisabeth C.B. Watanabe

01 de Agosto - Dia da Amamentação.

O Ministério da Saúde recomenda
que a amamentação seja mantida
até os dois anos de idade
ou mais e que os bebês
sejam alimentados
exclusivamente com leite materno
até os seis meses de idade.

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães