FOTO POEMA

FOTO POEMA

terça-feira, 22 de setembro de 2009

PAVÊ MEMÓRIA - I FEIRA DO LIVRO DE ITANHAÉM

Em Setembro de 2005 um grupo de poetas denominado SOU POETA, do qual eu Thiago Guimarães, a poetisa Cecília Fidelli, Vitor Camargo, Gisele e Thiago Biaanconi, Ana Lúcia Cavalcante, Maria Lúcia, entre outros fizemos parte idealizou em parceria com a FAITA(Faculdade de Itanhaém)uma feira do livro na cidade de Itanhaém, conseguimos apoio, patrocínio e incentivo cultural de algumas pessoas que ainda acreditavam na cultura em Itanhaém, foi uma semana chuvosa em que muitas escolas compareceram e também alguns convidados poetas de outras cidades como as poetisas Madame Dan Jô e sua mãe a Rainha da beleza. Confraternizamos e lançamos uma coletânea intitulada Circulart um alternativo cultural local da Gisele e do Thiago Biaanconi. Há quatro anos esse evento cultural de suma importância foi realizado em Itanhaém o Pavê Poesia e o Johnnys Zine minhas publicações na época fizeram a cobertura do evento que gerou continuações parcerias entre a HM livraria e a Faita que aconteceram nos anos seguintes e lotaram, mas a iniciativa foi nossa do grupo SOU POETA e esse evento trouxe ânimo a todos nós e a cultura underground em geral.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

MOMENTO CECÍLIA FIDELLI

AS ONDAS ESPUMAM
BRANQUINHAS, MAS AGITADAS
ANUNCIANDO O FIM DO INVERNO

A CHUVA SE DESTACA EM MELODIA SUAVE
ATÉ OS SENTIMENTOS ADORMECEM.
NO FIRMAMENTO A ESPERA PELO SORRISO COLORIDO
DA PRIMAVERA.

21.09.09

terça-feira, 15 de setembro de 2009

PAVÊ ESOTÉRICO 2009

UMA LENDA INDIANA ...



A COR DA PELE DE BIRBAL

O rei Akbar gostava de se rodear de pessoas cultas, mas até na corte havia quem tivesse as mais disparatadas opiniões. Havia quem defendesse que uma religião era melhor que outra, quem afirmasse que só as pessoas com a pele mais clara eram realmente belas e que todas as demais, pelo contrário, eram feias. Akbar achava todas estas pessoas muito chatas. Birbal, o sábio, pensava que eram estúpidas.
Havia muita gente que lhe tinha inveja porque ele era inteligente e o rei preferia os seus conselhos e as suas opiniões. Alguns diziam até: «Aquele Birbal tem uma língua melíflua. Ele sabe muito bem adular o rei.» Outros diziam: «Vai tentar envenenar Akbar para se tornar rei ele mesmo.»
Um dia, um dos cortesãos, para deixar ficar mal Birbal, perguntou ao monarca:
- Como é possível que Birbal tenha uma pele tão escura enquanto a nossa é muito mais clara?
Na corte, toda a gente se surpreendeu com esta observação maliciosa e com a falta de educação que implicava. Sobretudo Birbal, que estava presente e a ouviu. Mas ele sorriu às pessoas que se encontravam à sua volta, e disse:
- A resposta a essa pergunta é muito simples. Deus, depois de ter criado os peixes do mar, as aves do céu e os animais da terra, ficou ainda com muitos dons para oferecer. Então decidiu criar o homem. Queria dar aos homens tudo o que eles desejassem, mas os homens tinham de se encontrar com Deus para receberem pessoalmente os dons. Assim, numa parte da corte celestial era distribuída a inteligência, noutra parte a beleza, noutra parte ainda era distribuída a riqueza. Eu fui logo para o palácio onde era distribuída a inteligência. Quando acabei de receber a parte que me coube, era já demasiado tarde para ir receber um pouco de beleza… Aconteceu-me o contrário do que se passou com os meus amigos aqui da corte, que são assim tão belos… mas que chegaram tarde para receber um pouco de inteligência.
Ao ouvir estas palavras, os inimigos de Birbal ficaram muito envergonhados.

PAVÊ POESIA 5 ANOS (Flashback)

Ao longo desses cinco anos de Pavê Poesia publicamos muitas sessões de muita gente especial, além de poesia, entrevistas, piadas o Pavê Esotérico, entre outros aqui nessa sessão vamos relembrar uma edição de Janeiro de 2006 com vocês Pavê Poesia é Dez!


EDITORIAL:

Pavê Poesia é dez, essa edição está recheada de poesia, totalmente dedicada aos versos, poemas, espero que se divirtam, boa energia para começar o ano!

O editor.




" A luz do dia
Nossos corpos juntos, nossas ternas e adolescentes fantasias
A luz do dia, suave alegria com o frio que fazia
você me aquecia a luz de um belo dia de amor".


Thiago Guimarães.


O AMOR É ENCONTRADO EM TODOS OS CANTOS,

SOB O LUAR DA NOITE, SOB A LUZ DO DIA

O AMOR ESTÁ EM TODO CORAÇÃO, AMOR É LUTA,

DOR QUE NÃO SANGRA, AMOR É...
... POESIA.


ALINE RODRIGUES DE JESUS.










As obras

Fazendo as obras,
Intensificando os sonhos,
Praticando a verdadeira caridade,
Fortificando a matéria,
Só te elevando a altos planos,
Mostrando a realidade,
Desvendando os sonhos,
Desfazendo os mistérios,
Retirando assim os enganos,
Marcando o amor na terra,
É que levarás junto contigo
As tuas obras para um elevado plano.

Madame Dan Jô



TEUS VERSOS BRANCOS
DESTILAM O CÉU SOBRE O PIANO
ROSAS COR DE ROSA E ESTANHO
FURTAM SONHOS NO JARDIM ESCURO
NOITE ADENTRO DESEJO E CARÍCIA
SAUDADES SE CRUZAM NOS CANTOS
AMO-TE EM CADA ESTUDO
EM CADA ROSA, EM CADA RUA
AMO-TE EM CADA TUDO.
EUNICE MENDES.

MOMENTO POEMA

FACEIRA

Faceira
Rosto juvenil
Voz serena, inocente criança
Corre pelos campos, brinca
Com a vida que sintoniza com a minha

Ah, faceira
Morena faceira
Seus encantos
Deixam-me mais apaixonado a cada dia
Morena faceira

Por você se curva a minha poesia,
Faceira sua faceirice me põe a te adorar

Minha morena faceira, quero amar você
Para além das montanhas
Aonde a primavera

Vai nascer e fazer o sol brilhar
E o sol que vai reinar sobre esse amor.


Thiago Guimarães
Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães