FOTO POEMA

FOTO POEMA

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

XIX Congresso de Poesia.

E-mail Imprimir PDF
xix_congresso_brasileiro_de_poesia_com_affonso_romano_de_santanna
Como já é tradição em todo o início de outubro, mais uma vez a cidade gaúcha de Bento Gonçalves, a Capital Brasileira da Uva e do Vinho, abrirá suas portas para a caravana de poetas que irão participar – entre os dias 03 e 08 daquele mês – da décima-nona edição do Congresso Brasileiro de Poesia, um dos maiores encontros de poetas das três Américas.
Tendo como tema “A Poesia Vivida”, em homenagem ao poeta mineiro Affonso Romano de Sant’Anna, aproximadamente cem poetas dos mais diversos estados brasileiros e de alguns países latino-americanos já confirmaram presença, e irão protagonizar uma programação diversificada, composta por muitos recitais, performances, rodas de poesia, espetáculo teatral, palestras nas escolas e debates sobre as diversas formas do fazer poético.
A abertura do evento acontece no Salão Nobre da Prefeitura Municipal às 17 horas do dia 03 de outubro, com recital do poeta homenageado e performance do grupo carioca “Simplesmente Poesia”, que contará um pouco da vida de Affonso Romano de Sant’Anna.
À noite, no anfiteatro Ivo Da Rold, na Fundação Casa das Artes, o escritor Rodney Caetano (Curitiba) apresentará a palestra “A descida de Sant’Anna aos infernos da modernidade”, tendo como mediador o poeta carioca Eduardo Tornaghi. A seguir, será a vez do homenageado, que abordará o tema do Congresso, “A Poesia Vivida”, tendo como mediadores os mineiros Ronaldo Werneck e Márcio Borges. O Grupo carioca “Poesia Simplesmente” encerrará os trabalhos da primeira noite, apresentando o espetáculo “Affonso Romano, retrato de um poeta”.
A partir da manhã de terça-feira, dia 04, até a sexta-feira à noite, os poetas desenvolverão intensa atividade nas escolas do município e no espaço cultural da Fundação Casa das Artes, além de apresentarem recitais em entidades como o Lar do Ancião, Centro de Atendimento Psico-Social, Biblioteca Pública Castro Alves, Presídio Municipal e Hospital Tachini.
Entre os vários poetas que se apresentarão em recitais, destacam-se: Tanussi Cardoso, Brenda Mars, Mano Mello, Jiddu Saldanha, Eduardo Tornaghi, Renato Gusmão, Rui do Carmo, Edmilson Santini, Dalmo Saraiva, Glauter Barros, Telma da Costa, Cláudia Gonçalves, May Pasquetti, Rodrigo Mebs, Ricardo Reis, Flávio Pitinici, Silvio Ribeiro de Casto, Laura Esteves, Jorge Ventura, Angela Carrocino, Eugênia Loretti, Artur Gomes e o Grupo Tatamirô.
Na noite do dia 07, o escritor e letrista Márcio Borges, parceiro de Milton Nascimento, falará sobre a trajetória e a importância do Clube da Esquina na historia da música popular brasileira, tendo como debatedores Affonso Romano de Sant’Anna e Ronaldo Werneck. Já o poeta Colmar Duarte, o criador da Califórnia da Canção Nativa, falará sobre a poesia gaúcha, tendo como debatedor Omair Trindade.
No decorrer da semana, estão previstas sessões de autógrafos dos seguintes escritores: Affonso Romano de Sant’Anna (“Ler o Mundo” e “Sísifo desce a montanha”) e Marina Colasanti (“Passageira em Trânsito”), na Livraria Paparazzi; Airton Ortiz (“Havana”) e Ronaldo Werneck (“Há Controvérsias 2”), na Livraria do Maneco; Márcio Borges (“Os Sonhos Não Envelhecem” e “O Canto do Pássaro-preto” – Poemas e Letras de Paul McCartney”) na Livraria Aquarela. Também serão lançados os volumes 13 e 14 da “Antologia Poesia do Brasil” e o volume 8 de “Poeta, Mostra a tua Cara”, publicações oficiais do evento.
Prioridade para as escolas
            Trinta e duas escolas do município participarão do evento deste ano, recebendo os poetas em suas dependências, e doze delas deslocarão alunos para participar de atividades que acontecerão nas dependências do Auditório da Escola General Bento Gonçalves da Silva e na Fundação Casa das Artes.
Entre os principais projetos que tradicionalmente compõem a programação oficial do evento, destacam-se: “Poesia na vidraça” (que começa a ser executado no dia 27 de setembro, e consiste na utilização das vitrines das lojas do centro da cidade para exposição de poemas de autores brasileiros); “Poesia numa hora dessas?” (quando poetas apresentam recitais em repartições públicas e privadas); “Uma idéia tece a outra” (realizado na Biblioteca Municipal e que consiste no “empréstimo” de um poeta a uma turma de alunos), além das tradicionais rodas de poesia na Via del Vino.
Promovido pela Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves, através da Secretaria Municipal de Cultura, o Congresso é realizado pelo Proyecto Cultural Sur/Brasil, com apoio da Câmara Municipal de Vereadores e Sindilojas.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Bem temperado ...

O amor, é um feiticeiro malvado.
O beijo, é um carinho suave
que o mantém aquecido.

Cecília Fidelli.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Mary - Minha melhor amiga!

marilicomvc.blogspot.com

Jornadas


"Num rio de fluxo urbano
Mergulha a pulsação do caos
Que embriagada segue acesa na insônia
Que transborda a cidade na boca da noite.
Seres anônimos e seus pares de espelhos
Que refletem a realidade da jornada humana
No hodierno mundo existencial.
A verdadeira jornada que perpetua
Toda transmutação do nosso pêndulo
Oscilando continuadamente
no percorrer sem fim
Que seguimos conflitantemente
no labirinto temporal"

Jorge Roberto.
- O nosso querido amigo,
Jorge Punk.

Participe !!!

www.ceciliafidelli.blogspot.com

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

terça-feira, 13 de setembro de 2011

E então?

Fatos e lógica.


Não enumero mais
os absurdos do mundo.
Acontecem a luz do dia.
Tornaram-se incontáveis.
Temo perder a indignação.
Sei que tomar posição
é essencial
em vez de ficar
de braços cruzados
diante de tanta estupidez,
que não para de crescer.
Se conseguirmos adotar e alcançar
algumas regras morais de condutas,
já estará de bom tamanho?
O amor e a justiça
parecem irreconhecíveis.
Consolo:
- Ainda há uma solução
para cada lágrima.
Enxugár cada uma delas
ainda não é um problema maior.


Cecília Fidelli.

domingo, 11 de setembro de 2011

Ouça.

Felicidades
ou tristezas humanas,
são curtas.
Só a sensibilidade
é permanente.
Só o amor
é vida.

Cecília Fidelli.



Sem chão.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Cecília Fidelli e a Poetamiga Stella Star.

São Bento do Sapucaí - SP
Agosto 2011

Poema para Júlio Mesquita.

Rápidos e diretos.

Vivo dizendo coisas em versos.
Venho cumprindo meu destino.
Assim vou temperando a vida.
Eles não podem fugir de mim.
Se vai pegar é com você.
Se vamos trocar
a bordo dessas asas de aço...
Quero ver.
Quero ler sobre o seu credo.
O meu?
- Vou lhe dizer:
Creio na poesia,
creio na poesia,
creio na poesia.
Eu acho que isso,
é religião, igrejismo.
Irmãozinho,
vamos orar.
Ops, digo,
vamos poetar.
Mesmo que você corte a corrente
não vai cortar o efeito.
Bem aventurados
os que condenam sua alma
à poesia.
Vem, vamos poetar?

Cecília Fidelli.

A M O R

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

domingo, 4 de setembro de 2011

Sobre a relva.

Sobre a relva.

Quando ele inclina a cabeça
em meu ombro
e fecha os olhos
para pedir um abraço carinhoso,
minha voz se cala
e sinto os agitos do amor.
Suave envolvimento.
Luzes internas se ascendem,
exteriorizando um mundo a dois
de arregalar os olhos.
Semblantes transfigurados
e os privilégios dos carinhos.
O que acontece depois
são rajadas de ventos,
multicoloridos.
Não conseguimos
mais ficar em pé depois.

Cecília Fidelli.


sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães