FOTO POEMA

FOTO POEMA

quarta-feira, 29 de julho de 2009

domingo, 26 de julho de 2009

HOMENAGEM AO ESCRITOR

Dia 25 foi dia do escritor não pude publicar esse texto no dia certo, mas vou pela idéia de que o que vale é a intenção, pois é dia de um profissional das letras, da ficção, mas também do dia-a-dia, dia do cronista, dia do poeta de quem escreve artigos para grande jornais, o escritor está presente na vida de muitas pessoas, ele escreve as novelas que as donas de casa tanto assistem na televisão, ele também escreve romances que fazem sonhar ou de assustar ou de se pensar como suspenses, histórias fantásticas e mirabolantes,(Stephen king, Edgard Allan Poe, Rubem Fonseca), causam polêmicas (O código da vinci), buscam nosso lado esotérico ou de auto ajuda e vendem milhões de exemplares ( Diário de um Mago, O segredo), enfim, o escritor em geral está presente em nossas vidas e por isso no seu dia vai uma homenagem de um aspirante a escritor que escreve poesias há 9 anos, eu o modesto editor do Pavê Poesia e desse blog, desejo longa vida aos livros apesar da internet deixar todos nós preguiçosos inclusive eu que escrevo só no Pc. Longa vida a palavra escrita e aos profissionais que fazem dela um divertimento e aprendizado ao mesmo tempo.

Thiago Guimarães .

MOMENTO POEMA

Poeta Romântico


O poeta romântico é sensível
Caracteriza-se pelos sentimentos
Pelos quais é movido,
O poeta romântico não poupa sorrisos
Nem mesmo tristes
O poeta romântico
Apaixona-se e sonha
O poeta romântico sofre,

Passional é próprio dele morrer de amor
O poeta romântico
Não guarda rancor, só mágoa
O poeta romântico é o oposto da razão

É puro romantismo e coração

Foi esse sentimento
Que gerou um movimento que durou quatro décadas
O romantismo em várias vertentes
Mas, com uma só veia: o amor verdadeiro

Esse poeta romântico
Que a didática classificou
Descobrindo que a matéria-prima
Da poesia é o amor.

A CHARGE (clique na imagem para vê-la ampliada)

quarta-feira, 22 de julho de 2009

PAVÊ TIRINHA!


Esse é o Mano criado por mim não para competir com nenhum outro zine, não só para ilustrar alguns poemas e dicas para o público de todas as idades. Mano é da periferia, mas não é bandido, não se pode julgar ninguém pelas aparências é um garoto estudioso, são-paulino de nascimento, curte um rap, se dá bem com todos de todas as tribos e adora ler, jogar um fut e ser amigo de quem quer ser seu amigo.Espero que os meus queridos leitores do pavê gostem em breve também na casa de cada um dos correspondentes, um abraço!

sexta-feira, 17 de julho de 2009

PAVÊ POESIA JULHO/2009 Publicação para impressão enviada para todos os correspondentes sem acesso a internet)

PAVÊ POESIA
(ALTERNATIVO CULTURAL)


Editorial: Pavê Poesia um doce de alegria feito pela cultura underground, nesta edição apresentando o poeta Juca da Silva e uma poesia inédita de Cecília Fidelli!



Poesias:

“Contemplou a lua cheia, acesa, retratando a atmosfera de inverno? Noite sem sombras pelo mar, ela fica ali parada tecendo nossos sonhos, nossos versos, deixando nossos corações calados, somando-se a essa doce paz”.

Cecília Fidelli
(inédito primeiro poema feito no celular)

“Ela não era santa
Mas fingia ser...
Serpente com calçinha de rendas, adorava prendas
Quando casou
Parente nenhum convidou
Talvez por motivos financeiros
Adorava dinheiro
E pela última vez que a vi
Embarcara para Paraty a bordo de um cruzeiro.”

Juca da Silva
Macaé– Rio de Janeiro .


Meu amor é uma fonte inesgotável de prazer, de bem querer e de amor, meu amor é minha vida, meus sonhos, meus desejos mais profundos, meu amor é o meu mundo e minha estrada, meu amor minha amada.

Thiago Guimarães



Pavê calendário :


Dia 13 dia mundial do rock


Dia 20 dia do amigo


Dia 25 dia do escritor



“ Nunca sinta-se sozinho
Pois o melhor amigo e a melhor companhia que se pode ter é Deus e ele nunca nos abandona.”


NÃO PERCAM EM AGOSTO UMA EDIÇÃO ESPECIAL, HOMENAGEM AO REI DO POP MICHAEL JACKSON!!

PAVÊ NA NET E EM SUA CASA VIA CORRESPONDÊNCIA
COLABORE COM SELOS!!!

MOMENTO POEMA

Mais além

Os anos se vão
Contudo, tudo o que era complexo, penoso
Perde importância
Quando a gente percebe que a vida
É um pequeno período dentro dos milênios,
É como se retomássemos a inocência
E a voz do coração, agora teórico,
Rememorando lições

Com ou sem lágrimas, sentimentos transformam-se
Em preces, repletas de percepções oportunas, de meditações
Profundas...
Entendendo a transitoriedade do corpo
Já desgastado, algo lá dentro da gente diz:
- É justo que nos percamos no tempo!

Cecília Fidelli

12/07/09

PAVÊ POESIA 5 ANOS (NA LUTA, MELHORES MATÉRIAS)

ESPECIAL 5 ANOS DE PAVÊ POESIA

Uma entrevista com Aline Leal editora do zine A goiaba publicada em Março de 2006, confiram!


PAVÊ ENTREVISTA

O pavê poesia bateu um papo com Aline Leal, desenhista, poetisa e editora do zine A goiaba, confiram:


PAVÊ POESIA: Aline Leal você que é poetisa e edita um zine na cena, quais as dificuldades de se fazer algo assim nos dias de hoje?

ALINE LEAL: A principal, com sempre dinheiro, a segunda é a falta de patrocínio. A terceira que o artista iniciante e vale para todas as artes tem que lutar muito para pelo menos manter a sua arte.

PAVÊ POESIA: Sei que você desenha muito bem, criou o logotipo do Johnnys Zine, gostaria de saber que tipo de quadrinhos te inspiraram e o que você lia, ou se lê hqs hoje em dia e o que lê?

ALINE LEAL: Eu desenho bem? Obrigada... Mas sou carne de segunda, quando criança lia a turma da Mônica, o Fantasma... Hoje os trabalhos independentes possuem muitos desenhistas talentosos e é o que estou apreciando ultimamente. Vale a pena conferir. Tem arte para todos os gostos.

PAVÊ POESIA: Se você soubesse que o mundo iria acabar hoje o que você faria?

ALINE LEAL: Ia ao encontro de quem eu amo.

PAVÊ POESIA: Mande um recado para os nossos leitores e incentivadores, a juventude que parece precisar de alguém ou algo que os inspire.

ALINE LEAL: Busque aquele sonho que te leve para o futuro e agarre-o com toda força que tiver. Acreditando em algo é que podemos alcançar a nossa liberdade e os nossos ideais.

PAVÊ POESIA: Agora como é de praxe, diga o que te der na cabeça, o que você quiser, o espaço é todo seu e obrigado.

ALINE LEAL: Eu amo quem me ama, os que me odeiam, lamento, os que me invejam, coitado, os que querem me copiar, quanta imbecilidade e os que querem me endeusar, acordem para o mundo. Temos que ser o que somos, mas sem deixar de ir além e conquistar o que queres. È necessário, até no fundo do abismo há luz.
Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães