FOTO POEMA

FOTO POEMA

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Beija-flor

Poema.
O que vem na cabeça.
Vi um beija-flor logo cedo
e... zas trás!
Ele já veio beijar meu poema.

Confesso que ele me deixou zonza.
Batendo as asinhas tão surpreendentemente.
Trouxe a euforia.
Resgatei um machucado.

Vidas silvestres,
são voluntários.
Como se tivessem sido criados,
apenas para encantar nossos olhos.

Cuidei de um machucado.
e o coloquei num lugar bem quentinho.
No quintal, a natureza.

As flores nos olhando,
os animaizinhos nos fitando,
mas somos nós que precisamos ser salvos.

Meu cachorro lindo e felpudo me salva todo dia.
Ele sabe que eu preciso de ajuda.
Ele sabe que eu preciso de barulho.
E me diz, vem.

Vem comigo, vem com o pássaro.
E a natureza está pronta
para contarmos com ela.
Para nos encontrarmos nela.

Cecilia Fidelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães