FOTO POEMA

FOTO POEMA

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Sementes do amanhã.


Não deixe minha poesia sem vida
Sem a luz que cintila os versos que te faço
Cuidemos com carinho da semente
Para que não feneça antes de brotadas
Sejamos raízes fortificadas
Bem sabemos
Estrelas cadentes não iluminam mais nada
Ainda há tanto a dizer-te essa minha boca
Que nunca se contenta em te proferir rimas
poucas
Nem se deleita com o sabor da melancolia
Façamos de cada manhã um novo dia
Trago-te o coração cheio de alegria
E flores para enfeitar sua travessia
Mas também te necessito
Pela paz do teu amor fruto bendito
A entender a minha prece e o meu grito.

Teresa Improta Monnier

Um comentário:

  1. Cecília!

    É muita honra ter um poema meu postado no seu blog.
    Grata sempre e sempre!

    bjos

    ResponderExcluir

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães