FOTO POEMA

FOTO POEMA

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Você é a estrela
você é o solo onde as sombras florescem
Projetando uma luz que me traz tranquilidade
onde as cavernas da morte congelam

autor desconhecido

Foto poema


quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

A PSICOPATA

Nunca passei uma situação
tão difícil em minha vida
Desde que te conheci
Sentimentos confusos em meu coração

Minha mente perturbada
Por seu fantasma
Você me mata
Psicopata
Psicopata

Nunca me envolvi com alguém assim
Você não vai sossegar
Até ver meu fim
Mas eu não caio mais no seu jogo
Seu choro de mentira
Suas artimanhas
Você quer me arrastar para as trevas
Mas vejo a luz
Sua beleza falsa não me seduz mais

Você me mata
Psicopata
Psicopata

sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

COMO O DIABO FOGE DA CRUZ!

Como o diabo foge da cruz!
assim é o nosso amor
Como o vampiro foge da luz
Assim é o nosso caso
Sem jeito
Sem meio de seguir em frente
Assim como o sol

Não pode encontrar a lua
Como o diabo foge da cruz!
Assim somos você e eu
Mesmos gostos mesma paixão
Mas mera ilusão
Achar que se pode tapar o sol
Com a peneira
Sem eira, nem beira,
sem solução

Como o diabo foge da cruz
Tu foges de mim
e eu de você assim.

Thiago Guimarães

21.12.2012

PRECIPÍCIO

Foi você que me jogou na
beira do precipício
Eu pude ver o abismo diante de mim

E assim quase caí e perdi tudo

Precipício
Foi o que me vi
Quando você apareceu na minha vida
Destruindo tudo
Como um furacão
Arrasando a harmonia
Que existia entre nós

Precipício
Você quase me derrubou
Com seu amor doentio...

Thiago Guimarães
10.01.2013

A JAULA

Exibir pessoas num circo
Dançando e se exibindo
No meio de um shopping

Numa jaula para o mundo espiar
Mostrando defeitos e qualidades
Vaidade?
Ego?

A jaula que as pessoas
Assistem pela televisão
Que muitas decidem por telefone
Com um sim ou um não

A jaula
que em vez de prendê-los
Nos prende a cada dia mais...

Em frente a tela de lcd...

Na jaula de nossa própria inércia.


Thiago Guimarães
10.01.2013

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Fotopoesias.




Pedro Flannels, e sua indagação.

“Que culpa eu tenho se tudo esfriou ?
Das pegadas na areia
nenhuma marca sobrou.
A vida é assim mesmo .. cheia de reviravoltas...
e às vezes por culpa da ansiedade ...
Cavamos nossa própria cova."

Pedro Flannels.

sábado, 5 de janeiro de 2013

SINTO SUA FALTA

Sentir sua falta é constante
Sentir sua saudade é triste
Inevitável não pensar
Em você
Mas eu me controlo
Sentir sua falta me faz bem
E me faz mal...

Não sei se é normal
ou irreal
só sei que sinto sua falta
Sinto sua falta.

Thiago Guimarães
03.01.2013
Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães