FOTO POEMA

FOTO POEMA

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Calor

José Vieira

Oh, nefasto existir
eis a fornalha a dilacerar.
O calor despótico a me consumir
uma vida a me torturar
O sol/calvário me fenece
meu coração sempre padece !

José Vieira é mineiro , da cidade de Galiléia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães