FOTO POEMA

FOTO POEMA

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Meu jeito de ver e sentir - Ceciliando ...


Vários assuntos em pauta na Sociedade Brasileira,
bastante polêmicos.
Não vou citar nenhum deles, a lista seria interminável.
Isso é bom, porque nos põe a pensar, a refletir.
Ausências, omissões, devemos mesmo, desestimular.
Discussões, debates, podem transformar, ainda
que, a longo prazo.
O senso de responsabilidade deve ser despertado.
Todo valor construtivo no cotidiano de cada um,
independendo de credo, filosofia, raça, enfim...
precisa ser trabalhado.
Quando eu era pequena, ouvia dos mais velhos a
seguinte frase: Sua cabeça é o seu guia.
Mas, não ia além disso, não havia diálogo.
Eu não conseguia entender exatamente o
significado da frase.
As coisas eram muito diferentes, a gente romanceava
a vida em todos os sentidos.
Atualmente, vejo o mundo como uma poesia irritada.
Não tenho mais filhos pequenos.
Mas me intriga que pais e responsáveis venham atribuindo
às escolas, que deve dar escolaridade, cultura, formação,
a educação dos seus filhos.
O fato de família ter uma, digamos, nova roupagem,
não impede, na minha opinião, que os adultos passem
às suas crianças, orientações positivas, de maneira que
elas nunca tenham que se envergonhar, por exemplo,
de pensamentos e atos que venham praticar ou tenham praticado,
trabalhando assim na construção de cada caráter.
Fitar o futuro de alguém, fitar o futuro do nosso país,
é realizar um futuro promissor, absolutamente possível.
Penso que "os tempos são chegados".
Que isso tudo representa a fase de transição que vivemos.
Adversidades e esperanças, mas o desejo de dias
melhores, relatam claramente, principalmente nos noticiários,
através dos ibopes, através da velocidade da internet, etc...
quadros quase indecifráveis, incompreensíveis, de todo
gênero, dada a escolhas de caminhos que arruínam.
Atitudes alucinadas, sinistras, entretanto,
removíveis se nos empenharmos,
em mantermos a auto-estima, o amor ao próximo.
Compreender pra sermos compreendidos,
evitaria muitos desgostos.
Ou o homem vai continuar se arrastando, ferido,
e ferindo.
Com o ferro de passar corrigimos dobras do vestuário.
Com o da boa vontade, podemos inspirar falanges
valorosas e enfatizar vocações, apaziguar os
corações aflitos que afligem.
O que se tem visto são ardências de comentários,
quase sempre tão agressivos quanto fatos
agressivos consumados.
As soluções estão nas mãos de todos.
Colaborar com bem geral, ajudar, é bem melhor que
precisar de qualquer tipo de colaboração ou ajuda.
Quem não deseja bons resultados?

Cecília Fidelli.

Um comentário:

  1. Parabéns a Poetisa Cecília Fidelli, pela propriedade do texto, comprometimento com as questões sociais contemporâneas...Afinal, a indignação faz parte da democracia.... Abraços...Cris Monteiro!!!
    Continue Cecilliando muito!!!!
    Precisamos desse vigor !!!!

    ResponderExcluir

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães