FOTO POEMA

FOTO POEMA

domingo, 17 de abril de 2011

Pessoas Desaparecidas sempre tocam nossos corações.

Desaparecidos.

Saudade na alma, no coração.
Pessoas somem de nossas vidas,
por livre e expontanea vontade.
Pessoas desaparecem e nunca mais deixam vestígios.
Mas não conseguimos deletar simplesmente.
Boletim de ocorrência, louca procura.
Reencontrar...
Apelamos para Cristo, afável, para ajudar na busca,
para acabar com a angústia que se descontrola.
Buscamos explicações, razões, psicólogos.
Anulamos nossas próprias vidas.
Às vezes o desfecho é dramático.
E a frequência do sofrimento só vai aumentando.
Amadurecemos nessa dor, nesse vazio, que não desejamos a ninguém.
Recorremos a coletividade, bem como perseveramos no desejo de ajudar.
O corpo físico se abate, a auto-estima, a paz interior transform-se
em total desconforto sem que consigamos repudiar.
Doutrinários, evangélicos, voluntários, vem em forma de amor,
como se fossem um pedaço do céu.
Sensações, compensações imediatas ricos medicamentos.
Entretanto, temos que renovar nossa fé a cada dia, a cada hora.
Em todos os instantes pensamento de amor.
Um novo amanhã sempre surge.
Deus sempre nos beneficia.
É bom nos mantermos em sintonia com bons anjos.
Dar tempo ao tempo com orações, com resignação.
Pensamentos positivos, são verdadeiros gatilhos.
Descarregar essa "arma", mudam processos.
Assim, vamos incentivando a solidariedade, no amor do Cristo.

Cecília Fidelli.
cimaneski-poeta.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães