FOTO POEMA

FOTO POEMA

terça-feira, 26 de julho de 2011

26 de Julho - Dia da Vovó.


Vovó no sofá fazendo tricô
ou fazendo bolo de cenoura
na cozinha.
Vovó contando historinhas.
Eu entendo como experiências.
Como uma das pessoas
mais importantes de nossas vidas.
Criou os filhos,
paparica os netos.
Eu entendo como carinhos.
Ela está na net
trocando idéias com outras vovós?
Ela está inteirinha?
Tenho minha avó na memória
e num porta retrato.
Não estou triste,
apenas cheia de suspiros.
Eu entendo,
como afeição eterna.

Por isso sinto ela assim,

bem pertinho.
Entendo como Amor Divino.

Cecília Fidelli.

Um comentário:

  1. Lygia Raquel:

    Ai, que lindo!!! Eu chorei ao ler isso!
    Muito lindo, Cecília. A Vózinha sempre foi muito ativa,
    fazia artesanatos, costura, cozinha, falava na igreja
    para doutores e pastores.
    Hoje, vózinha não faz nada.
    Tem Parkinson e Alzheimer.
    Quando tem momentos de lucidez,
    sofre por não poder fazer nada
    e pede a morte.
    Quem conheceu minha mãe ativa
    e a vê agora chora...
    O blog é uma forma de honrar
    o que minha mãe foi e o ela significou
    e ensinou a milhares de pessoas.
    Pena que vc não a conheceu!
    Pena!
    Obrigada querida, muito obrigada mesmo!

    ResponderExcluir

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães