FOTO POEMA

FOTO POEMA

terça-feira, 24 de abril de 2012

O MISTÉRIO DO LOBO- CAPÍTULO 11

No dia seguinte todos sabiam do ocorrido, um empregado da fazenda de Libório encontrou o corpo do patrão dilacerado perto da cerca. Miguel Figueiroa acordou assustado sua cabeça doía estava nu perto da porta do quarto, nem conseguira chegar na cama para dormir, dispensara os empregados na noite anterior e não conseguia lembrar do que acontecera, só de que estava com uma insuportável dor de cabeça e de que suava frio quando saíra da casa do médico, ouviu baterem a porta rapidamente se recompõs foi atender já que havia dispensado os empregados:- Senhor Miguel Figueiroa?- Eu mesmo o que deseja?- Victor Prates inspetor nomeado por El-rei para investigações criminais no reino, tenho algumas perguntas a lhe fazer sobre a morte em circunstâncias misteriosas de D. Libório Assunção fazendeiro e nobre da região!- Miguel ficou pálido e assustado com a notícia.

CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães