FOTO POEMA

FOTO POEMA

terça-feira, 24 de abril de 2012

O MISTÉRIO DO LOBO - CAPÍTULO 07

Elizandra preparava o jantar para o seu patrão, ele descansara o dia todo e a tardezinha se trancara em seu laboratório, depois dos acontecimentos da noite anterior ele estava meio zonzo e necessitava de repouso. Ao acordar ele correu para seu local de trabalho secreto, preparava um experimento para tentar curar a doença que o afligia desde os 15 anos e que se intensificara com o correr dos anos:- Acho que estou perto de encontrar a cura!- Ele era muito avançado para sua época, viajara para vários países da Europa para tentar encontrar a cura para seus males, na França conheceu as pesquisas do doutor Ferdinand Laurence que desenvolveu um soro a base do sangue de animais selvagens. Ao buscar a amostra do sangue foi mordido por um lobo, a ferida demorou a cicatrizar, ele não contou a ninguém sobre a mordida nem sobre as pesquisas que obtivera com o sangue do animal nem mesmo a sua fiel serva, desde então as crises passaram a se agravar e ao retornar a corte descobriu que não podia ficar por lá, voltou seus olhos para a vila de Santa Clara e lá obteve êxito tanto na pesquisa quanto em sua saúde, até aquela fatídica noite de lua cheia, só que a última crise fora a pior de todas pois ele acordou com sangue de outra pessoa em si mesmo deixando-o apavorado. Estava perdido em suas divagações com o antídoto em suas mãos quando escutou Elizandra bater a porta:- O que houve Eli?- Temos visitas doutor!- O médico praguejou e pediu para que ela aguardasse, se arrumou e foi para a sala, ao chegar viu uma cena bizarra.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães