FOTO POEMA

FOTO POEMA

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Considere.

Vale a pena ver de novo,
tudo o que nos apresentam
de inadequado, como inovações.
Vivemos no limite,
em permanente
estado de alerta.
Estamos cheios de receios.
Angustiosos, ríspidos.
Convivências, convicções e opiniões
estão sendo perdidas.
Tempos incertos,
gritos em campo

dominando o que resta.
Valores verdadeiros
estão sendo despersonalizados.
Imediatismos

definindo um futuro
ainda mais incerto.
O mundo com armas

defensivas e ofensivas,
e os poderosos renunciando soluções.
Mistura de sustentável

com insustentável.
Atitudes selvagens.
Efeitos dramáticos.
Homens brincando com a vida,
ferindo-se grave e estùpidamente.
Uma espécie de poupança
rendendo choques e culpados.
É um bate-rebate premeditado,
escondido em semblantes sorridentes.
Sangue alimentando ódios.
É a presença

do Ministério da Ignorância.
Interesses tolos, fúteis,
dizendo que o que importa é ser feliz.
É preciso refletirmos

e voltarmos
aos caminhos da razão.

Cecília Fidelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães