FOTO POEMA

FOTO POEMA

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Poema para o poetamigo Malungo.

Na nobreza da poesia,
os "golpes" enfáticos de sempre:
- Choros,
sorrisos,
morte e despertar,
chãos concretos e delírios.
Liberdades e emboscadas.
Sonhos,
digerindo a solidão,
muitas vezes imperturbável.
Noites e dias
de um mundo profano,
sonhos
e pesadelos na jornada.
Esquecimentos e lembranças.
Conversas,
conselhos
alojando pausas.
Inanições
e
euforias,
revelando,
expondo,
vencendo,
perdendo.
Afinal,
o poeta
afirma,
emenda,
usa todas as suas armas.

Cecília Fidelli.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

Seguidores

MANO EM: ESSE É DO BOM!

MANO EM: ESSE É DO BOM!
TEXTO E ARTE: THIAGO GUIMARÃES MANO CRIADO POR THIAGO GUIMARÃES

MANO EM: ESTAÇÃO DO AMOR

MANO EM:  ESTAÇÃO DO AMOR
Mano texto e arte Thiago Guimarães